As cinco melhores impressoras para foto instantânea


A questão de qual é a melhor impressora para o meu negócio de fotos instantâneas (seja cabine fotográfica, foto maluca ou instagram) é um tópico popular que é sempre motivo de discussão entre os empreendendores neste ramo. Dependendo do design do sua estrutura e de muitos outros fatores, as opiniões podem ser bem diferentes. Para alguns, escolher uma impressora de cabine de fotos pode ser um pouco desafiador. No entanto, com a ajuda deste artigo, você pode encontrar a impressora certa para suas necessidades.

Todo dia recebemos muitos e-mails perguntando “quais são as melhores impressoras de cabine de fotos?” A resposta é: depende do seu objetivo.

Os fatores a serem considerados na sua escolha devem ser:

  • Qual o seu público-alvo e quanto pretende investir: na região que pretende atuar existem clientes dispostos a pagar mais alto pra ter uma qualidade diferenciada no serviço, com fotos de alta qualidade?
  • Suporte do revendedor e do fabricante. Você tem com quem contar se o equipamento apresentar problemas? Existem opções em sua região?
  • Durabilidade: a tecnologia sublimática (térmica) é de extrema confiança e muito robusta;
  • Praticidade: você se incomodaria em ter que fazer a troca de papel constantemente durante um evento, ou isso não tem importância?

Ao orientar proprietários de cabine em relação a compra de impressoras de foto, é útil nos basear nos termos “desempenho” e “economia“. Por quê? As impressoras na categoria desempenho como eu listei abaixo são muito diferentes das impressoras na categoria economia. Impressoras de alto desempenho possuem algumas características semelhantes umas com as outras como velocidade, praticidade e um preço mais elevado. Impressoras econômicas tendem a ser mais lentas, ter uma qualidade de imagem inferior e exigir um pouco mais de mão de obra na troca de papel, pois suportam uma quantidade limitada de papel no alimentador.

As de alto desempenho

DNP DS RX1


Este modelo permanece único em relação ao peso e tamanho em sua classe. Esta personalidade única torna esta impressora uma escolha popular com construtores de cabine de fotografia. Sua capacidade de impressão é impressionante, considerando que pode produzir 700 cópias 10×15cm (4×6 polegadas) em um único rolo antes que ele precisa ser recarregado. Geralmente as impressoras com este tipo de capacidade são volumosas e pesadas; Entretanto, o DSRX1 pesa somente 13 kg!

 
SINFONIA CS2 Shinko S6145 (Alfa Olmec)

A impressora fotográfica profissional menor e mais leve do mundo! O mais legal é que a qualidade da impressão não fica sacrificada devido ao seu tamanho! A estrutura externa dela é muito durável, considerando o peso da impressora. Esta é a escolha perfeito para projetos de cabine de foto que tem um espaço limitado. A impressora fotográfica CS2 é atualmente uma das que tem melhor custo benefício no mercado.

 
Mitsubishi CP-K60DW-s


A Mitsubishi projetou este modelo ser usado como uma impressora de cabine de fotos. Não é a impressora mais rápida, mas é rápido o suficiente e tem algumas características muito legais. Ela é compacta, por isso é ótima para pequenas cabines de fotos. Muito parecido com irmã mais velha, a CP70, a K60 é sólida com um corpo de metal. O carregamento frontal faz com que a troca de mídia seja uma operação muito simples. Uma das características mais interessantes desta impressora é que ela pode fazer uma impressão quadrada de 6×6 polegadas. Este recurso tem sido popular com os fotógrafos de eventos e agora está começando a pegar com algumas empresas de foto instantânea que permite aos usuários oferecer impressões estilo instagram.

 
HiTi 510L

Impressora fotográfica que tem um perfil bem único. Para aqueles que gostam de ter um “compartimento” para pegar impressões, esta impressora se encaixa o perfil. Quando as impressões são ejetadas da impressora, ao contrário das outras impressoras mostradas aqui, a impressão cai na parte superior do corpo da impressora (veja a imagem à direita). Alguns construtores também preferem a carga da fita com esta impressora como a fita é alojada em Um único cartucho, que convenientemente encaixa no lugar com pouco esforço.

 
DNP DS40

Se você está disposto a gastar um dinheiro extra para um produto que fornece características extras, a impressora DNP DS40 é uma excelente escolha. Os fluxos de impressão da cabine de foto normalmente não exigem a velocidade (ou componentes) que essa impressora fornece. Com a DS40 você também pode imprimir em tamanhos de mídia social e também com perfurações, o que te dará oportunidade para criar novos produtos para seus clientes.

Amostras de fotos
Se você leu este artigo e ainda está com dúvidas em relação à impressora, sugiro que entre em contato com o fornecedor e peça amostras de impressão! Elas são uma ótima maneira para você analisar a qualidade de cada uma das impressoras em primeira mão.

As econômicas

Epson L375
Epson L800
HiTi S420
Canon Selphy

Em breve daremos mais detalhes sobre as da lista acima, ok? :)




Veja como pessoas estão vencendo a crise com ousadia

A prosperidade em tempos de crise também é possível. Apesar das mazelas que os brasileiros têm enfrentado nos últimos anos, a crise econômica tem gerado um efeito positivo no setor de serviços, ao estimular o empreendedorismo. Seja por estar desempregado ou pelo descontentamento com o emprego atual, a abertura de um negócio próprio pode ser a saída para uma situação financeira difícil e até mesmo a possibilidade de aumentar a renda mensal e conquistar satisfação em uma nova carreira.

Para isso, é necessário um pouco de talento e ousadia. Dependendo da área de atuação, não é necessário grandes investimentos iniciais, mas se o empreendedor suar a camisa terá a possibilidade de crescer em pouco tempo. Lembre-se, todo grande negócio, um dia, já foi pequeno.

Confira, a seguir, alguns exemplos de como as pessoas estão vencendo a crise e conheça ideias para ajudá-lo a também transformar essa fase em uma oportunidade de sucesso para você.
Exemplos de como a crise impulsiona o empreendedorismo

Durante a grande crise americana de 1929, Charles Darrow, como tantos outros cidadãos, não conseguia emprego formal e vivia de pequenos ‘bicos’. Nos intervalos entre essas atividades, ele criou o jogo de tabuleiro “Monopólio” que, ainda hoje, é um sucesso em todo o mundo.

Após o término da Segunda Guerra, o cacau, que havia sido devastado durante o conflito na Itália, havia sumido dos campos do país. Isso impulsionou um confeiteiro local a criar uma opção de doce com outros ingredientes e apenas uma pitada de cacau: essa é a origem do creme de avelã, hoje, mundialmente famoso, a Nutella, e de um empreendimento de sucesso, o Grupo Ferrero.

Casos como esses demonstram que a crise pode ter, também, um lado positivo. Olhando o cenário com criatividade e ousadia, é possível criar oportunidades e vencer os tempos difíceis.
Formalização para vencer a crise

Hoje, no país, uma das opções encontradas por brasileiros que estão vencendo a crise é se tornar microempreendedor individual – o país, hoje já conta com mais de 5 milhões deles.

Vigente desde 2009, a lei do Microempreendedor Individual (MEI) permitiu ao trabalhador conhecido como informal se tornar um empresário legalizado, com CNPJ. Para ser enquadrado, o empreendedor não pode ser sócio de outra empresa ou empregado recebendo mais que o salário-mínimo ou o piso da categoria.

As principais vantagens de sair da informalidade e se tornar um MEI é que os empreendedores podem emitir nota fiscal e, contribuem para a previdência social, tendo, assim, direito ao auxílio doença, maternidade e aposentadoria. Além da redução de tributos e burocracia, o microempreendedor também tem menor custo com funcionários, acesso à linha de crédito em bancos e apoio técnico gratuito do Sebrae.

A lista de atividades e profissões permitidas pela lei é extensa, desde que o seu faturamento não ultrapasse os R$ 60 mil anuais, o que corresponde a R$ 5 mil mensais. Como MEI, você poderá oferecer serviços que não requerem grandes investimentos iniciais, como artesão, diarista e cuidador de animais.

Vencendo a crise: ideias para você empreender

Para ajudá-lo a vencer a crise, confira, a seguir, algumas ideias de atividades que podem ser iniciadas com baixo investimento e que são permitidas pela lei do Microempreendedor Individual.
Fotógrafo

Utilizando uma cabine ou totem fotográfico, você pode oferecer o serviço de fotografia para documentos ou mesmo utilizá-las durante eventos – uma maneira criativa e divertida de registrar a presença de convidados durante uma festa e um negócio lucrativo para você.

Há também outros serviços cujo investimento é um pouco menor, como o Foto Maluca e o de impressão via hashtags (via Instagram).

Entre em contato com nossa equipe caso queira saber mais à respeito :)

Créditos: Alumipac

2 Comments

  1. joao carlos
    joao carlosResponder
    15 de junho de 2017 at 17:29

    Bom dia!

    Moro no Espirito Santo.. trabalho com Formatura e niver tb.. e gostaria de saber como é o negocio que vcs oferecem ou se é a venda da cabine .. queira saber tb de modelos e valores..

    Att João Carlos

    • Murillo Braga
      Murillo BragaResponder
      12 de julho de 2017 at 19:44

      Olá João Carlos. Já entramos em contato com o senhor há algumas semanas. Caso tenha alguma dúvida adicional, estamos à disposição.

Deixe uma resposta

Nome*
Email*
Url
Sua mensagem*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>